de_forma's Blog

Eram o número 109 e 119 May 23, 2016

Demolido2E assim perde-se mais dois, comuns a tantos outros da cidade, únicos desta cidade.

Exactamente por este motivo deveriam ser preservados a peso de ouro, ainda por cima quando formam um conjunto de vizinhos semelhantes.

A Rua Álvaro de Castelões passa a não ter nenhum conjunto coerente de edifícios do século XIX. São fragmentos, uns ali e outros acolá, que não servem para contar a história de como terá sido esta rua em tempos antigos.

Provavelmente um reluzente edifício branco, a prestar homenagens ao grande arquitecto do Porto, ocupará o seu lugar. Creio que a homenagem ficará aquém, pois a cidade é feita de cantaria granítica, azulejos, varandas de ferro…não há brancura que chegue perto.

Gota a gota a cidade esvazia-se de personalidade…

Advertisements
 

O tópico do 11/9 só pelo aço e vidro. September 11, 2011

Este é o tópico da análise fria e sem sentimentalismo do novo bairro que se ergue no Ground Zero.
• A praça prova o aprendizado com os equívocos do antigo complexo e o Plano Diretor do Daniel Libeskind funciona bem com a ausência das torres,bem simbolizada com o perímetro afundado do antigo WTC.Já sentiamos falta deste Libeskind avesso aos banais ziguezagues.
• Árvores,muitas árvores,incluindo ai a mítica pereira que resitiu à queda no 11/9.A fria e seca praça antiga não deixará saudades.

• O corporativismo americano traduzindo na caixa de vidro com escritórios não sofre nenhuma mudança nesta reconstrução.As torres à volta do vazio não atestam nenhum simbolismo e ligação mais profunda ao local/evento.
• Achar que a altura em pés do novo One World Trade Center(1776ft numa alusão à Independência) funciona é ingenuidade.E posso eu estar a ser ingênuo de achar que as 8 faces desta nova torre remontam às existentes no antigo complexo,mas sobrepostas???Acho que não iriam tão longe…
• Ainda sobre as 4 torres(como elas me incomodam!) a cidade ganha por serem 4 símbolos ao invés de um,que queria ser dois mas não chegava nem à metade.
• Pelas imagens do antigo WTC ,e graças à malha estrutural dos garfos estruturais que vinham desde a base(hoje pedaços dele estão no museu),era uma escuridão imensa lá dentro.Resultado:mais luzes acesas,mais gastos com energia e mais funcíonários insatisfeitos.Se falhou no simbolismo,pela menos na eficiência energética as torres se superam.

 

 
%d bloggers like this: