de_forma's Blog

O preconceito para justificar a razão e alienar a emoção: parte I October 13, 2014

Caros colegas arquitetos quais amarras argumentativas lhes servem melhor na hora de projetar?

Não se esqueçam de apertar bem o grilhão quando estiverem com o lápis na mão em cima do papel, só assim conseguem gabaritar em todos os tópicos abaixo:

“Isto é tudo muito aleatório e gratuito”

“Ah tem que ser neutro”

“isto quebra a linguagem da caixa, NÃO PODE!”

“Vamos fazer parecido com o que o morcegão moderno que vive ali nas estalactites do teto de concreto da Faculdade( não posso citar o nome) fazia há 60 anos”

“Tem que ser branco ou com o concreto encardido e cheio de fungos e rachaduras à mostra.”

“Planos cegos nas laterais? ADOOOORO”

Parte I “Estrutura à mostra que define a concepção e o partido previsível, manjado e boçal do edifício”

Parte II “Eu acho que precisamos de mascarar algumas coisas para ficar parecido com a obra do morcegão”

“Falta coerência à linguagem”

E um bônus:

A patricinha arquiteta que leva a bolsa para passear no shopping iguatemi com mão de cabide diz: “Aiiiiii espaços minimalistas e clean são um must, que nem na revista Casa Cláudia”

Advertisements
 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s